Powered by Bravenet Bravenet Blog

Wednesday, September 1st 2010

21:17:36 (2546 days, 9h, 49min ago)

--- páre para pensar ---

  • Mood:
  • Tempo: o outono se aproxima... está esfriando...

Quarta-Feira, 01 de Setembro de 2010 -21:17

 

alguns nomes - substantivos - andam me incomodando demais no momento... 

e, na verdade, eles nao deveriam, pois traduzem todas as características das quais um ser humano deveria se orgulhar e que estao sendo interpretadas irroneamente, e pior, egoìsticamente:

- livre arbítrio

- amor incondicional

- liberdade
 

por que ?

estranho que nós, seres humanos, ditos inteligentes e discernentes, evoluídos (?!?), embora vivendo no século XXI, dito adiantado, parecemos ainda estarmos retrocedendo no tempo e cada vez mais nos voltando para nós mesmos (com excessoes...), vivendo a NOSSA realidade... e nos esquecendo dos outros...

 

o livre arbítrio

dado por Deus (fantástico!!!) a cada um de nós, é a faculdade de cada um, escolher e decidir por si,  o que melhor lhe convém... 

mas...

o que eu decidir e parecer ideal para mim, convirá aos outros?

será necessàriamente melhor para os outros?

atingirá os outros?

irá ferir os outros?

que livre arbítrio entao é este, que só pensa em MIM... no meu SER, no meu bem-estar, na minha felicidade e exclui (ou ignora) os outros?

parece que o ser humano está se esquecendo de que o que ele faz, traz consequencias nao só a si como também ao próximo, e também ao próximo do próximo... e ao próximo do próximo... indefinidamente...

 

amor incondicional

todos nós para amarmos o próximo devemos primeiro amar a nós mesmos... pois somos todos um (???) - e isto é BOM.

"ama ao próximo como a ti mesmo" 

mas, se amamos SÒMENTE a nós mesmos e nos acharmos tao perfeitos, únicos, perfeitos exemplares desta natureza, nao precisaremos dos outros... condideramo-nos quase deuses (o que também SOMOS, mas por favor, com limites, nao fazemos MILAGRES) somos auto-suficientes, nos bastamos...é isto mesmo?

fácil falar sobre sentimento tao sublime quando ele nao vai ALÉM de nós e permanece apenas em nós... fica dentro de nós, dentro do nosso livre arbítrio (egoísmo) em escolher a quem queremos amar... o que desejamos, o que nos completa, etc... a lista do nosso amor incondicional é tao longa...

e parece ser etena, em nossa limitacao...

 

liberdade

existe?

sim... e... nao...

nao existe:

quando pensamos que a temos e a proclamos, estamos, na verdade, aprisionados:

estamos prisioneiros de nós mesmos, vivendo na nossa cegueira de pensar que:

amamos incondicionalmente...

usamos de nosso livre arbítrio para seguirmos nosso próprio caminho

e pensarmos que somos LIVRES...

existe sim:

para quem compreendeu o livre arbítrio

sentiu o amor incondicional

e viu a  liberdade

até onde isto tudo pode levar:

até onde elas podem/possam atingir o seu próximo...

 

... e este próximo é o limite de tudo...

onde comeca teu livre arbítrio,

teu amor incondicional

e tua liberdade

 

respeito, por favor, nao facam mal-uso de palavras tao belas...

 

32 Comentarios da Brega / Seus Comentarios

Sunday, March 22nd 2009

03:19:48 (3075 days, 3h, 47min ago)

!!!

Domingo, 22 de Março de 2009 - 03:11

É fácil 
um só
se cansar
destratar,
abandonar,
desfazer- se,
pensar em si próprio,
afirmar e querer ser feliz...
... definitivamente...

Difícil é
para aqueles...
deixados atrás de uma porta cerrada, 
sofrendo a dor da perda
vivendo uma lacuna imensa
seguindo rumos tão incertos
sentindo o sabor amargo da desatenção...
... diàriamente...


Brega
Se outros estão enganados, voltarão à verdade, algum dia.
(André Luiz)

9 Comentarios da Brega / Seus Comentarios

Tuesday, March 17th 2009

19:58:44 (3079 days, 11h, 8min ago)

Mães..........................................................

  • Mood: ...
  • Música: ...
  • Tempo: ...
  • Diversos: ...
Terça-Feira, 17 de Março de 2009 - 19:51

Mães........................................................

Quem somos nós?

Somos aquelas pessoas
poderosas, 

controladas, 
firmes,
sempre presentes, 
a imagem completa de solidez e dignidade.

E este é o maior erro que podemos cometer com nossos próprios filhos.

Mães são, acima de tudo, seres humanos, imperfeitos, e como tais, sujeitos à falhas. 
Têm sentimentos, que por imposição desta sociedade machista em que vivemos, precisam ser mantidos sob uma aura de equilíbrio, sem demonstrações de insegurança, atitudes insensatas ou comportamento dubioso.

Pobres coitadas, nós, as mães...
que somos forçadas a demonstar a força e a coragem que às vezes não possuímos....
que temos que manter um sorriso no rosto, quando na verdade a alma chora...
que na solidão que muitas vezes nos ataca e nos oprime, abrimos os braços para nossos filhos se aconchegarem...

Braços que desejaríamos ter para nós mesmas...

A imagem de Mãe que passamos aos nossos filhos é errada, é irreal é quase virginal.
Deveríamos nos mostrar como somos, sem farsas, sem máscaras, sem estereótipos...
Acho que os nossos filhos assim estariam mais preparados para o mundo.


Brega
Dia das Mães chegou adiantado este ano...

8 Comentarios da Brega / Seus Comentarios

Thursday, February 26th 2009

16:06:00 (3098 days, 14h, 0min ago)

*Star People*

  • Mood:
  • Música: A do Link, no texto !!!
  • Tempo:
  • Diversos:
Quinta-Feira, 26 de Fevereiro de 2009 - 15:47

Não é á toa que procurei este assunto e escrevo sobre este tema.
Algumas vezes ocorrem coisas na vida das pessoas, fatos se manifestam, sensações não podem ser explicadas...
Enfim uma série de acontecimentos, os quais não provocamos, que nos desorientam e nos faz perguntar o porque, para que e como.
Bem... pode ser uma coisa do Destino... ou talvez não...
Talvez sejam apenas um reflexo por sermos um "Star People"




Mas... o que é ser um "Star People" ("Pessoas das Estrelas")
"Have you ever felt that the earth was not your home? Or that you have a special mission to do to help the Earth and the inhabitants to move into a new age of Peace and Harmony? Have you had difficulty understand how one individual can seek to harm another individual or animals intentionally? Do you peridoically hear audio tones or did you have an individual friend as a playmate when you were young? If you answer yes to some or all of these questions, you might want to be read on, as you could be what is called a Star Person or a Wanderer. The Star People and Wanderers are "ET Souls" who have incarned into human form at this time to help the Mother Earth as she prepares to take a quantum leap in her planetary evolution."

Brad Steiger quando iniciou a compilação dos atributos dos "Star People" não tinha a menor idéia de quantas pessoas iriam ser atingidas por elas, ou classificadas como tais. O número de pessoas que se identificam com Star People tem crescido de forma bastante significativa desde o lançamento de seu livro, de mesmo nome "Star People", em 1981.
O reconhecimento de ser ou não uma "Pessoa das Estrelas" (ou "Filho das Estrelas") pode ser observado nos seguintes critérios (comparar com Criança Índigo - Indigo Children: http://pt.wikipedia.org/wiki/Criança_índigo)

Físicos:
65% delas pertencem ao sexo feminino, 35%, do masculino
olhar irressistível, fascinante ou enérgico (ou que traduzam emotividade e expressividade)
carisma pessoal e magnetismo
sensibilidade à eletricidade e campos magnéticos
temperatura corporal abaixo do normal
sinusite crônica
apresentam vértebra transicional ou extra (http://medical-dictionary.thefreedictionary.com/transitional+vertebra)
hipersensibilidade a sons, luzes e odores
juntas que apresentam inchaço ou dor
dores na coluna lombar ou pescoço
sensibilidade a tempo úmido
já passaram por doença grave, com risco de vida
envolveram-se em algum acidente sério ou trauma

Emocionais:
necessidade de comprir alguma "missão"
já experimentou algum tipo de unidade com o universo
dificuldades em reagir ou em expressar emoções ou desiquilíbrio químico

Experiências extra-terrestres:
acreditam em vidas em outros planetas
lembram-se e relatam suas vidas anteriores em outros planetas
experiências extra-terrestres, religiosas ou mísiticas durante a infância
acreditam terem visto alguma entidade de origem extra-terrestre ou um ser de luz
comunicação telepática com alguma criatura (física ou não) além deste planeta
recebem comunicações de alguma força maior

Experências extra-corporais
experiências tipo "near death" (quase-morte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Experiência_de_quase-morte)
experiências fora do corpo 

Metafísicas:
acreditam em espíritos-guia ou anjos
sentem-se abençoados após contato com figuras sagradas (caso: Theresa de Lisieux, Francisco de Assis, etc)
experiências religiosas intensivas
creem em Deus ou alguma fonte de energia criadora
acreditam em milagres
tiveram companheiros imaginários enquanto crianças
já viram algum tipo de fada, duende ou alguma entidade (fantasmas)
são conscientes da existência de mundos paralelos (http://pt.wikipedia.org/wiki/Universo_paralelo_(ficção))
contatos com pessoas queridas já desencarnadas ou enfermas
acreditam na reencarnação
possuem memória de vidas passadas ou de experências de vidas paralelas

Talentos:
capacidade de realizarem curas em si próprios ou em outros
veem uma "luz branca" quando meditam
apresentam clarividência e clariaudiência (http://pt.wikipedia.org/wiki/Clariaudiência)
profetizaram algum acontecimento através de sonhos ou visão
são capazes de visualizar "auras"
praticam escrita automática (http://es.wikipedia.org/wiki/Escritura_automática) - psicografia

Bem, eu não me sinto como uma reencarnação de algum Alien ou ET. Mas vários critérios que poderiam me caracterizar uma verdadeira "Star People" foram preenchidos.

Brad Steiger (nascido em 1936) é um escritor americano e pesquisador do paranormal.
Brad Steiger: http://www.bradandsherry.com/



Brega
"(E)Star" ou não "(E)Star", eis a questão...

http://www.youtube.com/watch?v=MeB6oaWMKDM
9 Comentarios da Brega / Seus Comentarios

Monday, February 9th 2009

02:13:43 (3116 days, 3h, 53min ago)

- O Que É Fatalidade E Fruto Da Atitude -

  • Mood: espiritualista:
  • Música: a do Roberto (no link)!!!
  • Tempo:
  • Diversos: para os covardes

Segunda-Feira, 09 de Fevereiro de 2009 - 02:01

Nós às vezes nos queixamos de coisas que acontecem e que não andam bem em nossas vidas.
Dizemos a nós mesmos, para nos consolarmos e aceitarmos estas situações, que elas s
ão obra do Destino, Fatalidade, Fado...

Mas a verdade é outra: seremos sempre responsáveis por aquilo que fizermos, tanto a nós mesmo quanto aos outros.
Cada passo nosso, cada ação nossa, cada palavra, todas elas têm um peso imenso e influem em todo o nosso meio-ambiente agora, nas nossas relações e também no nosso futuro.
É muito fácil fugir da realidade e culpar uma força maior, na qual a maioria de nós nem mesmo acredita, apenas para darmos uma justificativa a nós mesmos e nos livrarmos da responsabilidade de nossos atos.

Nós não estamos sós, e não vivemos sós.
E jamais seremos apenas os únicos neste mundo.
Temos um compromisso imenso com toda esta humanidade à nossa volta, pelo simples fato de sermos todos iguais e estarmos todos juntos nesta viagem chamada VIDA.

A incompreensão, o julgamento, o preconceito, a mentira, o desrespeito, dentre várias outras características egoístas geram consequências fatais não só aos outros como a nós também.

Quem se exclui, se ilude, se afasta e ignora seus atos não pode falar de Fatalidade ou Destino ou Fado pois esta, na verdade, foi gerada, provocada por si mesmo, pela covardia, orgulho, fraqueza e vergonha em assumir as próprias atitudes.


Brega
Fanzoca do Roberto:
http://www.youtube.com/watch?v=D-6guSxTAPQ

10 Comentarios da Brega / Seus Comentarios

Tuesday, January 27th 2009

18:18:54 (3128 days, 11h, 47min ago)

[:] Slideshow [:]

  • Mood: fotográfico
  • Música: sky fm - internet radio
  • Tempo: frio e cinza
  • Diversos: vou ao cinema: Austrália
Terça-Feira, 27 de Janeiro de 2009 - 18:13

Resolvi colocar aqui, para todo mundo ver, um slideshow feito com as minhas fotos que estão online na Fotocommunity.
Espero que consigam ve-las... e... bom proveito!!!


Brega
que nem é fotógrafa de verdade... mas insiste...

9 Comentarios da Brega / Seus Comentarios

Sunday, January 25th 2009

00:59:08 (3131 days, 5h, 7min ago)

!!! As Coisas Que Você Remói Crescem !!!

  • Mood: meio quebrada...
  • Música: SKYfm - Rádio Internet
  • Tempo: frio, chuvoso, cinzento, chato e solitário...
  • Diversos: ai que saudades de tudo
Domingo, 25 de Janeiro de 2009 - 00:35

Recebi 2 mensagens do meu grupo da
Lagoa

1 - a Primeira:

Essa é uma máxima oriental e resume muito bem a maior e mais fundamental de todas as Leis Mentais:
"As coisas que você remói crescem"
O que quer que você permita que ocupe a sua mente, você aumenta na sua prórpia vida. Quer o tema de seu pensamento seja bom ou mal, a lei funciona e a coisa em si aumenta. Qualquer tema que não ocupe a sua mente tende a diminuir na sua vida, porque aquilo que não se usa se atrofia. Quanto mais você pensa nos seus problemas de saúde ou na sua falta de dinheiro, pior a situação fica. Quanto mais pensa em você como uma pessoa sadia ou como uma pessoa merecedora da prosperidade, mais você abre as portas pra isso em sua vida. Quanto mais pensa nos seus aborrecimentos ou nas injustiças que sofreu, mais provações desse tipo continua a receber. Quanto mais pensa na sorte que já teve, mais sorte baterá a sua porta.
Essa é a Lei Básica, fundamental, que tudo inclui.

2 - a Segunda:


UM DOS GRANDES PROBLEMAS DO SER HUMANO: FALAR DEMAIS E NÃO SABER OUVIR. 


Brega
... ainda tentando me adaptar a este processo... mas é difícil...
Me foi aconselhado isso: Ver a Epístola de São Paulo aos Filipenses, 4:8, a qual transcrevo aqui:
("Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama - ou de bom nome - , se há alguma virtude, e se há algum louvor - ou de ensinamento - , nisso pensai").

9 Comentarios da Brega / Seus Comentarios

Thursday, January 1st 2009

21:05:05 (3154 days, 9h, 1min ago)

! Thank You !

  • Mood:
  • Música: Thank You
  • Tempo:
  • Diversos: frio + + Ill
Quinta-Feira, 01 de Janeiro de 2009 - 21:01

À família e aos amigos queridos
ausentes e presentes...
próximos e distantes...
que me apoiaram, que oraram e vigiaram por mim neste ano difícil:
Sei que todas as minhas palavras são poucas para expressar toda a minha gratidão e felicidade por te-los tido comigo durante o ano de 2008.
E espero que assim continue, para todo o sempre.
Amo voces de todo coração )))

Alanis Morrisette: Thank You: http://www.hoch-lobo.de/musik/a.m-thank_you.mp3


Brega
Eu sento no meu canto, no meu pequeno quarto, tento me recolher deste mundo... e me calo.
Não existem palavras e/ou pessoas que possam me consolar.
E no íntimo eu só desejo que eu tenha/encontre algum caminho que me livre desta situação que eu não criei e pela qual estou atravessando agora...

??? Alo Deus, voce está aí ??

7 Comentarios da Brega / Seus Comentarios

Monday, December 22nd 2008

23:41:15 (3164 days, 6h, 25min ago)

Bom Natal, Feliz Ano Novo...

  • Mood: nada natalino
  • Música: a da mensagem de Natal: Carpenters
  • Tempo: um frio horrível na alma________
  • Diversos: problemas e uma tristeza infinita
Segunda-Feira, 22 de Dezembro de 2008 - 23:33

Este ano me cansou...
me decepcionou...
me massacrou...
me fez doente...
me feriu...
me abusou...
me desesperançou...
Por isto eu espero que ele acabe o mais rápido possível, mesmo sabendo que ainda nos poucos dias que restam dele, ele ainda me trará alguns dissabores.

Tudo bem, a vida é assim...
Tudo muda, independente de nossa vontade.

Mesmo assim eu ainda tenho fé que alguma coisa ainda boa acontecerá na minha vida no próximo ano, eu não sei de onde ela virá. Mas tenho certeza que Deus não vai me deixar na mão.

A todos os meus queridos (família, amigos e conhecidos) desejo um Feliz Natal 2008 e um Ano Novo 2009 excelentes.
Fiquem com Deus.

Mensagem de Natal (com som): http://www.hoch-lobo.de/xmas08/index.html

 



Brega
7 Comentarios da Brega / Seus Comentarios

Tuesday, December 16th 2008

23:48:59 (3170 days, 6h, 17min ago)

I=% Bem-Aventuranças %=I

  • Mood: na expectativa
  • Música: "Pai Nosso" (em diversas línguas)
  • Tempo: frio... em casa...
  • Diversos: esperando o que vier...
Terça-Feira, 16 de Dezembro de 2008 - 22:03

Sermão da Montanha

"Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus.
Bem-aventurados os que choram, porque serão consolados.
Bem-aventurados aqueles que são brandos e pacíficos, porque herdarão a Terra.
Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados.
Bem-aventurados aqueles que são misericordiosos, porque alcançarão misericórdia.
Bem-aventurados aqueles que têm puro o coração, porque verão a Deus.
Bem-aventurados os que sofrem perseguição pela justiça, porque o reino dos céus é para eles.
Bem-aventurados sois quando, por minha causa, vos injuriarem e vos perseguirem e, mentindo, disserem todo mal contra vós."

O choro que Deus consola:
A bem-aventurança de Jesus é para aqueles que choram por causa de seus reais problemas, choram porque não sabem o que fazer diante do sofrimento. Felizes são as pessoas que sabem que são espiritualmente pobres e, por isto, choram.
Choram por que os inimigos, em forma de pessoas, dificuldades, dores prevalecem sobre suas vidas. A bem-aventurança é para aquele que se lamenta como o profeta bíblico:
"É por isso que eu choro; as lágrimas inundam os meus olhos. Ninguém está por perto para consolar, não há ninguém que restaure o meu espírito. Meus filhos estão desamparados porque o inimigo prevaleceu".(Lamentações 1.16)

Reflex
ão:
Depois de um tempo


Depois de um tempo você aprende a sutil diferença
entre
segurar uma mão e acorrentar uma alma.
E você aprende que amar não significa apoiar-se,
e companhia não quer sempre dizer segurança.
E você começa a aprender que beijos não são contratos
e presentes não são promessas.
E você começa a aceitar suas derrotas
com sua cabeça erguida e seus olhos adiante,
com a graça de mulher, não a tristeza de uma ciança.
E você aprende a construir todas as estradas hoje
porque o terreno de amanhã é demasiado incerto para planos
e futuros têm o hábito de cair no meio do vôo.
Depois de um tempo você aprende
que até mesmo a luz do sol queima se você a tiver demais.
Então você planta seu próprio jardim e enfeita sua própria alma
ao invés de esperar que alguém lhe traga flores
E você aprende que você realmente pode resistir.
Você realmente é forte,
você realmente tem valor
e você aprende...
e você aprende...
com cada adeus, você aprende.

(Veronica Shoffstall)


Brega
Valeu, Selma, consegui colocar aqui no Blog!!

8 Comentarios da Brega / Seus Comentarios

Wednesday, December 10th 2008

00:19:30 (3177 days, 5h, 47min ago)

)°( Nós Não Estamos Sós )°(

  • Mood: onde ir?
  • Música: Once Upon A Long Ago (Paul McCartney & Wings)
  • Tempo: uma fada mágica me dá a LUZ
  • Diversos: + + navegando...
Quarta-Feira, 10 de Dezembro de 2008 - 00:11

"A palavra alma é empregada para exprimir coisas muito diferentes. Uns chamam alma o princípio da vida, e com esse entendimento é exato dizer, em sentido figurado, que a alma é “uma centelha anímica emanada do grande Todo”.
"Essas últimas palavras indicam a fonte universal do princípio vital do qual cada ser absorve uma porção que, depois da morte, retorna à massa. Essa idéia não exclui a de um ser moral distinto, independente da matéria e que conserva sua individualidade. É esse ser que se chama, igualmente, alma, e é nesse sentido que se pode dizer que a alma é um Espírito encarnado. Ao dar à alma definições diferentes, os Espíritos falaram conforme a idéia que faziam da palavra e de acordo com as idéias terrestres de que ainda estavam mais ou menos imbuídos. Isso decorre da insuficiência da linguagem humana, que não tem uma palavra para cada idéia, gerando uma infinidade de enganos e discussões. Eis por que os Espíritos superiores nos dizem que nos entendamos primeiro acerca das palavras"
.


Allan Kardec , o fundador e codificador do Espiritismo, diz em seu livro "O Livro Dos Espíritos"  sobre a Transmigração Progressiva:
"Teu Espírito é tudo; teu corpo é uma vestimenta que apodrece; eis tudo".
☼ No suco da videira, nós encontramos uma comparação semelhante aos diferentes graus da depuração da alma. Ele contém o licor chamado espírito ou álcool, mas enfraquecido por uma série de matérias estranhas que lhe alteram a essência. Essa essência só atinge a pureza absoluta após diversas destilações, em cada uma das quais se depura das várias impurezas. O corpo é o alambique no qual a alma deve entrar para se depurar; as matérias estranhas são como o perispírito que se depura à medida que o Espírito se aproxima da perfeição.

Andei pensando muito sobre esse assunto.
Meu avô Luiz, de lado paterno, engenheiro civil, construtor de pontes, era kardecista. Trabalhou mais de 30 anos a serviço do Espiritismo, na parte da Psicografia (do grego, escrita da mente ou da alma) que, segundo o vocabulário espírita, é a capacidade atribuída a certos médiuns de escrever mensagens ditadas por Espíritos.

A estória de como ele se envolveu nesta filosofia é extremamente interessante e me foi contada, por ele, quando eu tinha uns 18 anos de idade.

Segundo ele, um cunhado seu, Milton (nome que ele em homenagem a esta pessoa também deu ao meu pai, seu filho) era médico otorrinolaringologista, pessoa honrada, honesta e de bom coração, enfim, íntegro e com princípios.
Este meu tio-avô começou a apresentar, ainda jovem, indícios de uma doença que lhe paralisaram pouco a pouco os órgãos e membros do corpo.
Diga-se, de passagem, que este meu tio-avô (con)viveu com esta enfermidade vários anos, o que não o impediu de trabalhar, mesmo em cadeira de rodas, diàriamente em seu consultório até o momento de sua morte.
Meu avô jamais conseguiu entender o porque deste destino tão cruel, justamente a uma pessoa tão bondosa de alma.
Penso eu que ele, de natureza talvez esotérica inata, e sendo pessoa do signo de escorpião (aliás como eu), sempre ávidas em desvendar/procurar explicações sobre algum mistério, decidiu por si mesmo, inconformado com a desgraça do cunhado, descobrir o que poderia ser a causa de um mal tão injusto.
Ele não encontrou explicação na Medicina, tampouco nos hábitos de seu cunhado, os quais talvez poderiam te-lo levado a desenvolver tal doença.

A descoberta de Allan Kardec foi fundamental para que meu avô pudesse compreender e aceitar a razão pela qual seu cunhado tivesse que passar por este padecimento: uma prova nesta vida para remediar algo talvez de uma outra vida.

Durante vários anos de minha vida, sempre ouvi da parte de meu querido "Vovôzinho" ser eu também pessoa portadora de capacidade mediúnica e que deveria "me desenvolver".
Aprendi a ler as cartas Tarot (o que já não faço há mais de 20 anos), fiz parte dos Rosacruzes, frequentei inúmeros centos espíritas, kardecistas brancos e até mesmo Umbanda onde me casei no 100 aniversário da libertação dos escravos no Brasil: 13 de Maio de 1988.
Em todos estes lugares me foi dito ser eu acompanhada de espíritos-guias de grande luz (!?!). E, algumas vezes, os senti realmente bem próximos de mim. Mas tive medo de deixar que eles se aproximassem.

O que quero dizer com isso é que, talvez eu também tenha uma "prova" nesta vida por consequência de uma ou outra coisa que possa ter causado a alguém, em outra vida.
Que talvez seja porisso que sofro estas dores lombares imensas, nas costas, nos braços, no corpo todo.
Eu não tenho - mesmo que quisesse - como fazer isso aqui, neste país, Alemanha, no qual vivo há 20 anos pois o tipo de espiritualismo que existe aqui é outro, e não necessàriamente o que me satisfaz - é mais negócio, uma maneira de sobreviver.
Sei que existem médiums-espíritas aqui, só que não sei onde eles se encontram.
Algumas pessoas que conheci aqui, tais como clarividentes, leitoras de cartas, mão ou borra de café, são pessoas que cobram, aceitam dinheiro pelo seu serviço, e isto, para mim não pode ser sério.
Pois a vidência, seja ela qual for é, a meu ver, um dom divino e deveria ser caritativa.

Meu
avô construiu pontes - entre homens e também entre almas.
Eu n
ão sei onde começar a construir alguma...

Recebi de alguém, de algum grupo da Internet ao qual pertenço esta mensagem. Não sei quem a mandou, mas me valeu o dia:

ESPECIALMENTE PARA TI
NINGUÉM PODE IMPEDIR A TUA BENÇÃO...
AS FORÇAS CONTRÁRIAS...
PODEM ATÉ SE LEVANTAR...
MAS...QUANDO DEUS PROMETE...
ELE É FIEL PARA CUMPRIR...
BASTA NELE CONFIAR...
DEUS JÁ FALOU QUE ESTÁ CONTIGO...
ESPERA NELE TÃO SOMENTE...
E VEJA O SEU AGIR...
VAI EM FRENTE DE CABEÇA ERGUIDA...
VOCÊ NÃO DEVE DESISTIR...
LUTE UM POUCO MAIS...
VOCÊ NÃO PODE DESISTIR...
DEUS ESTÁ CONTIGO NA PELEJA...
CREIA QUE VOCÊ VAI CONSEGUIR...
OS SONHOS SÃO SEUS...
É DO SEU INTERESSE ALCANÇAR...
OS SEUS OBJETIVOS...
DEUS TEM PLANOS EM TUA VIDA...
POR ISSO VÊM AS PROVAÇÕES...
QUANDO O SENHOR VAI TE ABENÇOAR...
PRIMEIRO ELE TE PROVA...
UMA VEZ QUE VOCÊ PASSE NO TESTE...
SENDO APROVADO...
O SENHOR DEUS DOS EXÉRCITOS,
TE HONRA...

Mandei para você, querida Sonia S: recebeu ??? Que Deus te proteja!


Túmulo de Allan Kardec, Cemitério Père Lachaise, Paris, Julho de 2005

-
Kardec e eu


Brega

Onde houver trevas, que se faça a Luz
10 Comentarios da Brega / Seus Comentarios

Tuesday, December 9th 2008

01:12:04 (3178 days, 4h, 54min ago)

[Felicidade x Liberdade]

  • Mood:
  • Música: Não peide aqui baby - Mamonas Assassinas
  • Tempo: recarregando forças!!!
  • Diversos:
Terça-Feira, 09 de Dezembro de 2008 - 01:12

As pessoas desejam, anseiam e buscam desvairadamente a Felicidade.

Fato é que, todos nós procuramos a Felicidade, a nosso modo, egoísta.
Neste momento sequer pensamos nos compromissos que fizemos com outros, por nossa livre e espontânea vontade, e os quais dependem neste momento de nós.
Não sabemos que esta procura pode tornar-se o nossso próprio calvário, pois nada mais é que Ilusão.

As pessoas possuem um desejo inato de Liberdade.
Para obter esta Liberdade somos capazes de cometer os atos mais impensados, desvairados, desatinos, injuriosos, e até ferir aqueles aos quais mais amamos.
Esta Liberdade, que nada mais é senão o simples sentido de tentar sentir-se desprender de tudo o que não nos “deixa viver” e nos sufoca, pode também tornar-se a nossa própria prisao.

Eu não acredito na Felicidade, menos ainda em Liberdade.
Estas sensações são questões de momento, não são duradouras.
Quem diz ser feliz, na verdade sente-se "satisfeito".
Quem diz ser livre, na verdade é "prisioneiro" de si mesmo.
Ninguém consegue ser feliz em cima da infelicidade dos outros: isto está provado - tanto em Física como em Religião - pela lei causa-efeito - retorno/divina.
E muito menos ser livre, se formou vínculos com terceiros: torna-se escravos de si mesmo, pelas obrigações e pelas consequências dos atos cometidos.




Brega

A Torre do Tarot desaba... Be happy and free, if you can.

9 Comentarios da Brega / Seus Comentarios

Thursday, November 27th 2008

19:52:47 (3189 days, 10h, 14min ago)

(o) Eu + Eu (o) = (o) Eu (o)

  • Mood: "aqui a gente faz, aqui a gente paga"
  • Música: Ave Maria, de Gounot
  • Tempo: frio
  • Diversos: odeio inverno............
Quinta-Feira, 27 de Novembro de 2008 - 19:32

O ser humano perfeito não existe...
Nem eu sou, nem você... nenhum de nós...
Nós somos apenas pobres coitados neste mundo, exigindo tanto, querendo receber demais, ferindo os outros e no final, nos matando a si próprios.

Vou falar sobre "Alma"
(chamo-a assim pois ela é pessoa real, profissional e que cuida da minha parte emocional, completamente abalada neste momento)
Ela diz-me várias vezes que nós mesmos somos culpados pelas nossas decepções. Nós mesmos as criamos a partir do momento em que "fechamos os olhos para o mundo real" por confiar que nada pode nos atingir. Segundo ela, deveríamos sempre estar prontos a acreditar que tudo pode, de uma hora para outra, se modificar e se transformar - e machucar.
Ela diz que os seres humanos são pessoas, por essência, criaturas egoístas e cruéis (uns mais, outros menos) e que podem, a qualquer momento, mostrar a verdadeira face, quando lhes é apropriado, quando se fartam de uma situação.
Ela diz, também, que somos seres carnais. E que, embora se fale tanto sobre sensibilidade, espiritualidade, etc e tal, muito poucos compreendem o que isso realmente significa. Quando se trata de si próprio, a coisa muda de figura e de lugar.
Ela diz que, se uma pessoa diz a outra "Amo você como pessoa" isso é a maior prova (inconsciente) de amor, e de amor verdadeiro, pois isso traduz o sentimento mais profundo que uma pessoa pode ter por outra e o resto, os outros amores de qualquer outro tipo, são apenas físicos e passageiros.

Mas eu não acredito em palavras. Eu só vejo e acredito em atos e estes não me agradam e me preocupam muito, pois prevêem uma desgraça e uma infelicidade imensa.

Valeu, Olginha, a bela mensagem no EspaçoNave (a imagem escolhida também é muito bonita): http://www.e-nave.blogspot.com/


Brega
Eu não sei quando comecei a perceber que me iludia comigo e com a pessoa que mais amava.




8 Comentarios da Brega / Seus Comentarios

Sunday, November 16th 2008

16:49:21 (3200 days, 13h, 17min ago)

[-] PoRtaS [+]

Domingo, 16 de Novembro de 2008 - 16:34

"Quando Deus te fecha uma porta, com certeza já te deixou outra, entreaberta"

Portas fechadas, portas meio-abertas, portas abertas...
Acho que Deus sabe exatamente quais as portas que nós precisamos abrir e fechar. E as que nós também devemos deixar entreabertas. Ele sabe  também que tipo de porta necessitamos e pela qual podemos passar, sem temores, sem dúvidas...
Nós somos sempre pobre coitados, não sabemos de nada, sentimo-nos indefesos, perdidos e ficamos à espreita.

As portas nos conduzem a caminhos, percursos novos, desconhecidos, ou talvez outros já velhos, que se tornaram ultrapassados, usados, tão mal utilizados e percorridos, dos quais destes temos que nos despedir e mudar o rumo.

O querido Deus, com certeza, sabe o que está fazendo, quando nos fecha uma porta e, por amor a nós, nos deixa uma outra entreaberta.


Brega
Minha porta ??? Com certeza estará aberta, a de muitos outros, não !!

9 Comentarios da Brega / Seus Comentarios

Wednesday, November 5th 2008

00:10:09 (3212 days, 5h, 56min ago)

.

  • Mood: indiferente
  • Música: 1000 kisses deep
  • Tempo: -------------------
  • Diversos: odeio mentiras........;o((((((((((
Quarta-Feira, 05 de Novembro de 2008 - 00:02

Ando cansada... decepcionada, sem vontade de nada e para nada.

Este texto abaixo não é meu. Achei na Net (S.Bernardelli: http://www.poetasmortos.com.br/index.asp?op1=2&op2=0&idTexto=149).
Achei interessante e por isso passo adiante.

"Hoje estava refletindo como tudo na vida tem realmente uma causa e efeito e que tudo realmente tem retorno, tanto para o bem como para mal.
Há uma certa fase na vida da gente que passamos por momentos realmente gratificantes, aonde temos mais vitórias que fracassos, quando somos mais amados e queridos, quando financeiramente estamos muitos bem, quando temos realmente de tudo, nada falta e somos realmente felizes, fases essas que não sabemos nem sequer o que é chorar de tristeza.
Nos sentimos tão felizes que esquecemos até mesmo de agradecer a Deus por tanta felicidade, afinal tínhamos tanto o que o que pensar não é mesmo? Mas um belo dia tudo se desmorona como um castelo de areia... As vitórias viram fracassos, o amor vira em ódio, desprezo, humilhação, financeiramente ficamos pobres e junto com ela também vêem a pobreza de espírito.
As lágrimas tomam conta dos nossos olhos e a tristeza da nossa alma, nos isolamos angustiados e revoltados achando que mundo está totalmente contra nós e o pior de tudo isso que não fazemos e nem temos ânimo para absolutamente nada, inclusive para mudar a situação. Ficamos nos lamentando de tudo, reclamamos continuamente por estarmos sozinhos fazendo assim de nossa vida um castigo.
Não paramos para questionar as causas ou descobrir o porquê da nossa infelicidade. Têm pessoas que chegam ao extremo do desprezo por si próprio. Tornam-se profundamente egoístas achando que somente ele é que tem problemas, a amargura é tanta, que alguns chegam a uma mudez hostil, são incapazes de expressar seus sentimentos e nem sabe como fazê-lo.
Ficam com um espírito critico cruel e havendo oportunidade aponta os defeitos nos outros, são incapazes de elogiar deixando sempre aquele impressão de que tudo está errado, malfeito e inadequado. O humor é zero.
Quando passamos por essas fases, não somos boas companhia para ninguém. Tudo de bom que tivemos na vida passa a ser esquecido... Lamentamos por ter deixado de dar valor devido a quem tinha, e então... Passamos a sofrer. Causa e o efeito: “Tinha tudo e perdi tudo”.  “Desprezei e fui desprezado” “Fui soberbo, eu era um vitorioso, hoje estou no fracasso”, “Fui amado e não dei valor ao amor, trai e fui traindo e quando pensava que era amado e querido, tudo era mentira era apenas imaginação” (Achei que era) “.
Então passamos a aprender com a dor, com o desprezo, com o fracasso, com a humilhação, com a falta de amor, com a falta de dinheiro, com falta dos verdadeiros amigos...”
Começamos a relembrar quantas vezes deixamos de valorizar certas pessoas o quanto ela merecia, que aquela pessoa que menos esperávamos é a primeira a nos estender as mãos, aquela, que nunca esperávamos que tivesse condições ou capacidade de nos oferecer ajuda não lhe deixou sozinho, aquela, que nós desprezamos e humilhamos um dia foi humilde o suficiente para abrir os braços e te acolher.
E quando pensávamos que não seriamos mais amados, aparece alguém que te oferece o maior sincero amor e carinho. E ao fecharmos os olhos, olhando para dentro da própria alma conscientizamos o quanto nós nos enganamos e que nada disso era tão importante quando estávamos bem...
Hoje assisti todas essas cenas e sei que tudo tem o seu tempo de retorno. Portanto... Não fira para não ser ferido, não magoe para não ser magoado, não desvalorize para não ser desvalorizado, ame verdadeiramente para ser amado da mesma forma, não engane para não ser enganado, não menospreze sua capacidade e nem a capacidade dos outros, não se julgue mais sábio dos que os outros, todos nós temos muito ainda o que aprender, não exija perfeição de ninguém já que você não é perfeito, seja justo para que sejam com você também, use a franqueza sem pisar, sem magoar para que não faça o mesmo com você, não negue favores, precisamos sempre arranjar um tempinho para fazer um favor quando alguém nos pede para que não fazem o mesmo com a gente quando precisarmos.
A vida sempre será uma troca... De um dar e um receber."

Eu desejo isso não só para mim, como também para todos a quem amo, sinceramente, que eles tenham em troca tudo o que merecem.

Voces acreditam na lei do retorno? Sempre ouvi dizer isso: "aqui se faz, aqui se paga..."



Brega
Leonard Cohen ainda continua sendo o máximo "Poeta Maldito" em quase 30 décadas.
Eu estive no show dele, dia 2 de Novembro em Oberhausen.
Pena que a pessoa que estava (?) comigo estava em outra, e só pensou em como poderia transmitir toda a atmosfera deste show para uma outra, o que
não poderia nunca ser possível... Pobre diabo...
Meu Deus...........................................................
8 Comentarios da Brega / Seus Comentarios

Thursday, October 2nd 2008

21:49:05 (3245 days, 9h, 17min ago)

: Uma Benção Irlandesa :

Quarta-Feira, 02 de Outubro de 2008 - 16:58 (no Rio de Janeiro)

Existe um texto lindo, que sempre achei fantástico.
É uma prece irlandesa, que transcrevo agora:

"Que os caminhos possam sempre nos reunir
E que o vento esteja sempre nas tuas costas,
que a chuva caia suavemente nos campos,
e que teu rosto seja sempre aquecido pelo sol.
E até que nos vejamos outra vez,
que Deus segure com firmeza a tua mão.

Que o destino que tenhas a seguir
tenha sempre um caminho de subida.
E quando houver frio, que tenhas pensamentos que te aqueçam
e uma lua cheia imensa a te iluminar numa noite escura.
E até que nos vejamos de novo,
que Deus segure com firmeza a tua mão.

Que tenhas sempre algo macio onde pouses tua cabe
ça,
que tenhas roupas suficientes e o teu pão diário.
Que vivas mais de 40 anos no céu,
pois até que o Diabo se aper
çeba disso, já estarás morto.
E até que nos vejamos de novo,
que Deus segure com firmeza a tua mão.

E até que nos vejamos de novo
espero que Deus não tenha te deixado,
e que ele ainda segure com firmeza a tua mão.
mas que tu não apertes o punho dele tão forte.

E até que nos vejamos outra vez,
que Deus segure com firmeza a tua mão".


Brega

Amo a minha Família e meus Amigos ;o)) - Mama

8 Comentarios da Brega / Seus Comentarios

Sunday, September 28th 2008

01:31:46 (3250 days, 5h, 35min ago)

_as porcarias dos outros_

  • Mood: ...............
  • Música: ...............
  • Tempo: ...............
  • Diversos: Männer sind Schweine
Sexta-Feira, 27 de Setembro de 2008 - 20:17 (no Rio de Janeiro)

Tem gente que é porca.

E quando falo porca, não falo de aparência.
Falo: Porca de espírito e de caráter:
- aquela pessoa que engana, deliberadamente, uma outra (por egoísmo puro) por achar ter direito a outra oportunidade na vida, além da que tem e não reconhece.
- aquela pessoa que acha que "merece" outra, porque a que tem (e que nem dá valor) para ela é preguiçosa, apática, bloqueada etc e tal.
- aquela pessoa que mente e fere outros, sabendo exatamente o que está fazendo (e que irá magoar) e que joga a culpa em cima dos outros (precisa-se sempre dois para isso... ou três... ou mais até...)
- aquela pessoa que "mancha" uma outra vida e deixa marcas nela - marcas físicas e morais
- aquela pessoa que faz um outro ficar doente e mesmo assim diz que isso "faz parte da vida" e nem se arrepende...

Não...
A Vida não é assim.
Somos RESPONsÁVEIS por tudo que fazemos neste mundo

E as porcarias... deliberadas... desejadas... premeditadas
estas ficam sempre na memória...
jamais são esquecidas
e deixam aquele gosto de desilusão no coração
e pior ainda - na alma...


Brega
achando isso: Mamma Mia um NOJO/FALTA DE GOSTO total.
Sei de uma pessoa que levou a amante para ver isso primeiro, na época da estréia... pacote incluso de hotel: cama de casal com champanha e direito ao show.
A muher ele levou um ano depois, ao cinema... com pipoca apenas...

9 Comentarios da Brega / Seus Comentarios

Wednesday, September 24th 2008

22:27:22 (3253 days, 8h, 39min ago)

"Maridos"

  • Mood: amoroso :o)
  • Música: amorosa :o)
  • Tempo: amoroso :o)
  • Diversos: piruas são piruas, ninguém pode mudar ;o(!!!
Quarta-Feira, 24 de Setembro de 2008 (no Rio de Janeiro)

Quem são estes estranhos seres, os "maridos"?

Eles são simplesmente MARIDOS, em qualquer parte do mundo, em qualquer raça ou religião.

Você, queridina
- que acha que teu maridinho é o chato número 1, desarrumado, gordo, porco, alienado, desinteressado, trabalha demais, tem pouco tempo e até "meio brocha" 
- que vive sonhando com outro (que no teu sonho de mulher dona-de-casa, mal-amada, estressada, entediada etc e tal) é o "tal-maravilhoso-exemplar-de-tesão-da-natureza", que te ouve, tem paciência e te entende:
Você está enganada, aquilo que voce tem em casa é, com certeza, muito melhor do que esta peça tão simpática que você conheceu e se encantou (e que até acha que se apaixonou), por ser diferente do que você tem, e é (a seu ver) mais aplicado, mais simples e sem besteiras (tudo aquilo que voce "condena" e "critica" na tua segunda-metade em casa) etc, etc, etc................
E sabe por que você se ilude?
Os maridos,como qualquer outro "partner" depois de vários anos de convivência (e isso faz parte de um casamento ou qualquer outra relação duradoura) transformam-se em vários outros modelos: viram pais, irmãos, melhores amigos, confidentes, etc e tal - e talvez menos o de papel principal: o amante, o MARIDO mesmo.

O outro, o tal sonho, isso permanece só no sonho mesmo, pois se você ficasse alguns anos com ele, ele se transformaria na mesma coisa que você já conhece de cor, e tudo cairia na mesma rotina de sempre, pois não há nada que possa fazer tudo piorar que o dia-a-dia. E o tal tesão de início por esta pessoa, ficaria cotidiano, igual a tudo que você já conhece e que nem aprecia e n
ão valoriza.
Ou seja, você iria cair na mesma situação novamente. Valeria a pena todo este esforço mais uma vez?

Eu, pessoalmente, acho que não, pois nem me seria interessante, e porque nem mesmo precisaria.

Eu conheci meu marido há 22 anos. Eu tinha, nesta época, 31 anos, ele 23.
Estamos casados há 20 anos.
Não posso dizer que tudo é (foi) sempre cor-de-rosa - isto não seria normal.
Mas sempre o amei e irei de amá-lo sempre, não só por ele ser como ele é, mas também porque formei compromissos com ele: família, filhos, amizade, negócios...
E também porque o admiro, como pessoa.
E também porque confio nele e sempre hei de confiar.
Pois isto faz parte dos compromissos que fiz com meu "marido"
E isso é o que conta.

OBS: Isso vale também para "Mulheres", ou seja toda esta estória ao contrário (escrita e interpretada por homens)

Nós:

 


Maridinho:

Brega
(dando sorriso verde...)

7 Comentarios da Brega / Seus Comentarios

Wednesday, June 4th 2008

20:52:15 (3365 days, 10h, 14min ago)

(III) A Lot of LOVE (III)

  • Mood:
  • Música: oldie: a do Neil Young: Lotta
  • Tempo: indecente...
  • Diversos: até quando terei que suportar esse tempo "shit"?
Quarta-Feira, 04 de Junho de 2008 - 20:42

Eu sei que não ando "blogueando" tão frequente como gostaria...

Sei que, também, devo não ter dado atenção a uma ou outra pessoa querida, da maneira que queria.

Gente...
... o mês de Maio foi simplesmente horrível para mim...
... o Compi resolveu fazer greve (e sem Compi eu não vivo...)
... até com o Maridinho, que é pessoa tão querida, impliquei e briguei.
Não sei se é devido ao tempo, que anda uma bosta, ou se tem a ver com o meu "tempo" que talvez também anda meio estranho... fato é que dei graças a Deus que finalmente Maio acabou...

Na verdade, nem tenho nada a dizer neste momento.
Só quiz dar um "alô" para todo mundo, um beijão imenso nos queridos que de vez em quando aparecem por aqui e se dão ao trabalho de ler as baboseiras que a Brega escreve...

Eu estou compilando meus CDs de músicas e acho uma ou outra raridade que me agrada e me fez relembrar velhos tempos.

Lotta Love - Neil Young: http://www.hoch-lobo.de/50/n_young-lotta_love.mp3


Brega
feliz, porque depois de cada dia sempre vem outro, outro com mais esperanças, fé e também muito AMOR!!!
7 Comentarios da Brega / Seus Comentarios

Thursday, May 22nd 2008

23:09:45 (3378 days, 7h, 57min ago)

?!? A Ordem Dos Fatores - Altera - Os Produtos ?!?

  • Mood: - - - - -
  • Música: - - - - -
  • Tempo: - - - - -
  • Diversos: - - - - -

Quinta-Feira, 22 de Maio de 2008 - 22:38

Gente...
final de Abril e começo de Maio foi DOSE:::::::::::::: dupla mesmo).

Primeiro foi a ducha do banheiro n° 1 que resolveu entupir e congestionar o trânsito dos 2 toiletes daqui de casa+banheira...
Depois a tal encomenda do presente de aniversário dos 18 anos do Promogênito que em vez de Mac está/até/agora/Muc (=Muquiranos - esta estória conto abaixo).
A Primeira Comunhão do Afilhado N°3, dia no qual sonhei que dois dentes meus caíam - o que para mim significa morte de alguém, conhecido ou de família... o que de fato aconteceu...

Deus é Mais, penso sempre...

Vamos por partes
1 - a Estória do Computador... no dia 30 de Abril
...era para termos recebido do Correio/DHL um Apple/Macintosh. Em vez disso, veio uma pedra paralelepípedo. Pois é, não é mentira não. Esse tranbique também anda acontecendo até aqui, neste país dito evoluído, primeiro mundo...
2 - a Estória da Morte... no dia 1 de Maio
...esta já teve início na Primeira Comunhão do afilhado N°3, dia no qual seu avô "adotivo", visto que era namorado da avó, morreu... aliás não só ele como também a mãe de uma das meninas que fazia parte do grupo de crianças faleceu dois dias antes da celebração...
3 - a Estória do Banheiro... no dia 4 de Maio
...começou quando eu quis limpar a ducha do banheiro do corredor n° 1 (o nosso) - já estava me parecendo até o filme O Cheiro Do Ralo.
O desentupidor de ralos só fez piorar a situação - havia tanta porcaria nos encanamentos... e com isso o Maridinho perdeu um tempo enorme... e
consequentemente todos nós outros, que esperávamos por ele para
sairmos um pouco e comemorar o 18° aniversário do Promogênito...
4 - a Estória da Cafeteria da Escola... a partir do dia 8 de Maio
...a gente vai ficando velha e não aguentando mais certas coisas que não combinam com o nosso "feitio". A questão da paciência e da intolerância não são, a meu ver, os pontos mais fortes nessse processo que faz parte do acompanhamento normal de maturidade de cada um de nós.
Para mim, existe uma razão fundamental pela qual deixamos, abandonamos ou desistimos de algum episódio em nossas vidas. É que simplesmente, a partir de certo momento ou situação, não temos mais "saco" de aturar coisas que não nos convém mais. E, a partir de certa idade, já podemos nos dar ao luxo de dizer "não". E esse "não" nem tem nada a ver com preconceito, gostar ou desgastar. Torna-se uma questão de escolha, de finalmente poder dizer "pegue ou largue" -  "aceite ou não".
E por isso, após quase 8 anos de trabalho engajado na Cafeteria da Escola, resolvi dar meu !BASTA!. Pois não concordo com alguns aspectos novos, introduzidos por pessoa estranha ao ambiente.
Para mim existe um ditado, que eu mesma inventei:
"Se voce não está satisfeita com a sua casa, tente mudá-la: pintar, redecorar, fazer obras, etc. Se mesmo assim, ainda estiver insatisfeita, então mude-se ou venda a casa, pois ela, com certeza não era tão boa assim".


Brega
querendo que este mês acabe rapidinho...

9 Comentarios da Brega / Seus Comentarios